Saber o que é CAC é essencial para qualquer companhia tomar decisões em relação aos seus investimentos em marketing, já que essa é uma das métricas mais importantes para medir a eficiência das estratégias executadas e controlar a saúde financeira da empresa.

Por isso, se você deseja verificar os resultados das suas ações de marketing ou como eles influenciam na saúde financeira do seu negócio, precisa conhecer o CAC e saber como calculá-lo.

Para aprender tudo isso, basta continuar lendo!

O que é CAC e qual sua importância?

A sigla CAC representa a métrica que mede um dos elementos mais importantes de uma estratégia de marketing: o Custo de Aquisição por Cliente. Em poucas palavras, o CAC diz qual o valor médio que a empresa investe em marketing para poder conquistar um cliente.

Sua importância é enorme dentro do planejamento financeiro da companhia. Afinal, a análise competente do CAC mostra se uma estratégia de marketing é sustentável e se ela é benéfica ou não para a empresa.

Como calcular o CAC?

O cálculo do Custo de Aquisição por Cliente é bem simples. Basta pegar todos os investimentos feitos em marketing e o número de clientes conquistados e aplicar nessa fórmula:

CAC = Investimentos / Clientes

Vamos ver um exemplo na prática para entender como a fórmula funciona:

Suponhamos que uma empresa tenha uma estratégia de marketing digital que contemple links patrocinados e redes sociais. No total, essa companhia investe cerca de R$ 12 mil por mês nessa estratégia.

No último mês, a empresa gerou 1500 clientes oriundos dos seus investimentos no Adwords e dos seus esforços nas redes sociais. Qual o seu CAC?

Vamos calcular:

CAC = 12.000 / 1.500

CAC = 8.

Portanto, o custo médio de cada cliente para a empresa é de R$ 8. Isso é bom ou ruim? Isso vai depender de uma série de fatores que veremos a seguir!

Como analisar o CAC do seu negócio?

Analisar o CAC não é uma tarefa das mais simples. Uma empresa pode ter um Custo de Aquisição por Cliente de R$ 400 e estar feliz com isso, enquanto outra pode investir R$ 12 para cada cliente e ter resultados ruins.

O valor do CAC por si só não diz muita coisa. Para entender seu verdadeiro significado, precisamos comparar o CAC com outras métricas.

Quando o modelo de negócio da empresa trabalha com assinaturas — como uma companhia SaaS (software como serviço), prestação de serviços periódicos e outros modelos similares — o CAC deve ser comparado com o LTV (Lifetime Value), que mede o valor total médio que os clientes gastam com a empresa.

Quando o modelo de negócio da companhia trabalhar com vendas únicas, como um restaurante, uma loja ou semelhantes, o CAC deve ser comparado com o ticket-médio, que conta o valor médio faturado por cliente.

Quando o CAC é maior do que as métricas de cada um desses dois casos, significa que a estratégia de marketing é muito cara e angaria clientes pouco qualificados, que gastam pouco com a empresa. Em casos assim, a estratégia deve ser alterada para diminuir custos e buscar clientes que aumentem o faturamento.

Agora que você já sabe o que é CAC, como você pretende começar a utilizar essa métrica no seu planejamento de marketing? Compartilhe suas ideias nos comentários abaixo!