Quando o assunto é aumentar o faturamento de uma empresa, uma palavra sempre vem à mente: marketing. Afinal, esse campo do conhecimento é focado em criar e estabelecer as marcas a fim de gerar trocas mercadológicas. E, para que isso ocorra eficientemente, um fator é muito importante: a experiência do usuário. Por quê? Confira a resposta no conteúdo que preparamos!

A experiência do usuário

Também chamado de User Experience, ou UX, esse termo se refere a uma área do design que se preocupa em entregar a melhor experiência ao usuário em todos os pontos de contato com uma marca. Isso inclui diversos fatores, como: navegação em um site ou aplicativo, embalagem e uso de um produto, entrega e desenvolvimento de um serviço etc. 

A atenção a detalhes na relação entre clientes e empresas não é um mero capricho. Ao entender os processos pelos quais os usuários passam para adquirir e fazer uso de um certo produto, as empresas podem otimizar suas ações e, assim, gerar novas vendas e uma divulgação espontânea. Contudo, os benefícios e razões para investir em UX não param por aí! 

Foco no consumidor

Parece uma coisa lógica dizer que empresas devem ter o foco sempre direcionado para agradar aos seus consumidores. Porém, muitas vezes, a realidade é diferente disso. Por outro lado, quando uma marca realmente decide trabalhar com uma visão orientada a entender, planejar e aprimorar a experiência dos usuários, ela acaba por ter vários ganhos. 

É importante notar que o UX leva em consideração várias facetas que constituem a experiência do usuário, desde fatores emocionais até os recursos mais práticos. O estilo, cores, formas e recursos devem ser pautados pela usabilidade e aplicabilidade sob a ótica do usuário final. 

Destaque no mercado

Pessoas buscam empresas para resolver situações específicas. Inclusive, estão dispostas a pagar um preço por determinado resultado. Todavia, em um mercado competitivo, os consumidores vão sempre optar pelas marcas que oferecem a experiência mais positiva — indo além da simples resolução de um problema.  

No mundo digital, é mais fácil mensurar o quanto a User Experience faz a diferença no que concerne às escolhas dos usuários. Para ilustrar essa afirmação, imagine que você esteja à procura de um certo produto. Depois de uma busca na internet, você entra em um site e ele demora muito tempo para carregar: sua experiência não está sendo boa e você logo decide ir para o site de um concorrente. 

O Google — maior buscador online do planeta — também preza pela experiência dos usuários. Fatores como velocidade de carregamento e otimização mobile são determinantes para que um site fique nas primeiras posições do ranqueamento da empresa. 

Em outro exemplo, podemos imaginar um potencial cliente que, em busca de informações, deixa uma mensagem no perfil de uma empresa no Facebook. Dependendo do tempo de resposta, a experiência pode ser classificada como insatisfatória e gerar um feedback negativo na própria rede. 

Trabalhar com foco na experiência do usuário é um processo que demanda planejamento, dedicação e muito esforço. Contudo, a recompensa pode ser vista nos novos negócios gerados e no fortalecimento da imagem da marca. 

E então, gostou de aprender sobre experiência do usuário? Compartilhe este post nas suas redes sociais e nos ajude a difundir esse conhecimento!